THE VOICE BRASIL


Um time de quatro músicos renomados foi reunido com o desafio de descobrir, treinar e fazer brilhar um novo talento da música brasileira. Carlinhos Brown, Cláudia Leitte, Daniel e Lulu Santos formam a banca de treinadores do 'The Voice Brasil', estreia da Rede Globo no dia 23 de setembro. Ao lado deles, Tiago Leifert conduzirá o programa, e Daniele Suzuki fará os flashes diários sobre os bastidores.

Depois de edições de sucesso em todo mundo, a versão brasileira da atração segue o conceito de valorizar diferentes estilos musicais, como no programa americano. Por isso, o time de técnicos é composto, propositalmente, por quatro artistas que cantam, produzem e conhecem a fórmula para o sucesso, capazes de reconhecer pessoas talentosas e lapidá-las. Para ser candidato, basta cantar bem e entender de música. “O que pesa na competição é o talento puro. Não importa a história, o visual ou a postura”, diz J. B. de Oliveira, o Boninho, diretor de núcleo da atração.

Na primeira fase da competição, composta por audições, cerca de cem candidatos pré-selecionados cantarão para os quatro técnicos sem serem vistos. Enquanto eles cantam, os técnicos ficam de costas, para que o único fator de decisão seja a voz dos concorrentes. Daí a razão para o nome do programa – ‘The Voice’ (‘A Voz’). A proposta é diferente de tudo que já foi feito neste tipo de competição. “O formato, além de criativo, é original. O programa dará ênfase às performances e tratará os participantes com o respeito devido a artistas”, adianta o diretor-geral, Carlos Magalhães.

Para selecionar os participantes, a produção do programa passou por oito cidades das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste – Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Natal, Salvador e Brasília – em busca de talentos que pudessem vir a ser a nova voz do Brasil. “As seletivas foram um sucesso. Encontramos muita gente boa e vários talentos ansiosos por uma chance no mercado. Todos os participantes das audições são talentosos, e vai ser muito difícil para os técnicos fazerem suas escolhas", prevê Carlos Magalhães.

Dinâmica do programa

Audições
‘The Voice’ será dividido em três etapas: audições, batalhas e shows ao vivo. Na primeira fase, os concorrentes se apresentam individualmente, enquanto os técnicos ficam de costas, apenas ouvindo os testes. Se um deles gostar do que ouvir e quiser que aquela pessoa componha o seu time, ele aperta um botão, e sua cadeira gira para que ele possa ver quem é o dono da voz escolhida. Caso mais de um técnico opte pelo mesmo cantor, cabe ao concorrente decidir com qual artista  quer trabalhar. Assim, cada técnico

– Carlinhos Brown, Cláudia Leitte, Daniel e Lulu Santos – formará um time com doze participantes, totalizando 48 concorrentes.

Batalhas
Com as equipes formadas, começam as batalhas. Nelas, os competidores cantam em duetos com integrantes do próprio time. Após a apresentação, o técnico decide quem avança para a próxima etapa e quem está fora da competição. Com o desenrolar das batalhas, cada time terá seu número de integrantes reduzido pela metade. Apenas 24 candidatos – seis de cada técnico – passam para a terceira fase.

Shows ao vivo
A terceira e última etapa da disputa são os shows ao vivo.  É quando começa a participação do público. As melhores vozes disputarão as semifinais, quando cada técnico terá apenas dois cantores, que se apresentarão individualmente. Na final, cada treinador terá apenas um competidor, e caberá ao público votar em quem será o campeão do ‘The Voice Brasil’. O vencedor ganha R$ 500 mil e um álbum gravado pela Universal Music.

Os técnicos

Além do treinamento, os técnicos serão responsáveis pela produção dos shows de seus escolhidos e poderão contar com a ajuda de outros artistas no desenvolvimento e na preparação das apresentações. Única mulher a integrar o time, Cláudia Leitte é uma grande fã do ‘The Voice’, que assistiu quando passou uma temporada nos Estados Unidos. “O Brasil precisa de um projeto assim. Participar da atração é uma realização pessoal para mim, porque um dos meus sonhos é produzir outros artistas”, revela.

Já para o veterano Lulu Santos o maior desafio é estar atento e sensível aos candidatos, para não deixar que uma oportunidade interessante escape. Também formado na TV, ele se identifica com os competidores. “Durante as gravações do programa ‘Som Livre Exportação’ decidi me dedicar à  profissão de artista musical. Nada mais adequado do que hoje ser técnico no ‘The Voice’”, conta. Lulu descobriu a atração em sua versão americana e já a acompanhava. “Conheci o programa em sua estreia americana porque estava em Miami. Meu interesse em assisti-lo veio por causa da participação de Cee Lo Green (técnico da versão norte-americana), por quem tenho continuada admiração e simpatia”, comenta o cantor.

Representante do estilo sertanejo, Daniel se sentiu honrado com o convite para participar do programa. Embora reconheça que é uma grande responsabilidade, espera poder contribuir na escolha de uma nova voz para a música brasileira. “Espero poder somar algo de muito positivo para os candidatos e os telespectadores do programa”, diz o cantor.

Quarto técnico a compor o time de experts, Carlinhos Brown está motivado pela possibilidade de mostrar aos telespectadores os bastidores da produção. ‘The Voice’ será, para ele, uma oportunidade para o público conhecer o modo de produzir, compor, reler e arranjar música, sendo influenciado e influenciando. “Como o público é nosso patrão, a opinião sobre as atuações será de extrema importância”, afirma.

Apresentadores

Encarregado de apresentar a atração, Tiago Leifert já era fã do ‘The Voice’ antes de receber o convite. “O programa valoriza a boa música e tem performances emocionantes. Fiquei maluco com o convite”, empolga-se. Tiago mantém uma relação antiga com o tema, o que o ajudará no comando da atração. “Eu adoro música. Fui DJ antes de virar jornalista, tinha um videokê em casa e aterrorizava os vizinhos”, diverte-se o apresentador.

Incumbida de apresentar pequenas notícias diárias da competição e mostrar aos telespectadores os bastidores da produção, Daniele Suzuki também vai acompanhar a ansiedade dos participantes e de seus familiares no backstage. Ela comemora seu novo desafio: “Eu amo música. É um universo que já faz parte de mim. O ‘The Voice’ é viciante”.
  
Produção musical

A direção musical do programa ficará a cargo de Lincoln Olivetti, que pretende mostrar todos os estilos musicais na atração. “Teremos uma variação de estilos de acordo com a vontade de cada candidato, combinado com o trabalho e a criatividade dos produtores e técnicos. Não existem limites para que façamos um trabalho que valorize e enfatize a voz e o talento de cada participante”, explica.

O diretor-geral do programa, Carlos Magalhães, reforça que os músicos terão liberdade para criar e inovar em suas apresentações. No programa, o principal é a voz, mas também a maneira como o artista usa artisticamente seu dom. “Todos os nossos arranjos já vêm com um desenho dedicado a cada um dos participantes. Na medida em que eles forem avançando na competição, conquistarão mais espaço na criação das suas apresentações”, conta Magalhães.

Nos quatro primeiros episódios, a abertura terá performances dos técnicos do jogo – Carlinhos Brown, Cláudia Leitte, Daniel e Lulu Santos. As músicas serão deles, mas arranjadas especialmente para o programa. Em apresentações inéditas, o público poderá ver e ouvir uma sintonia de artistas e repertórios que se unem, misturam e agregam.
  
Site terá interatividade com os técnicos

O site do ‘The Voice Brasil’ (globo.com/thevoicebrasil) oferecerá uma série de ações online para que os telespectadores possam curtir o programa 24h por dia. A página trará cobertura dos bastidores, dia a dia dos participantes, técnicos, torcidas e a votação para decidir quem receberá o título da melhor voz do Brasil. Além de poder acompanhar pelo celular, o usuário receberá notificações do início do programa na TV, ganhará pontos com ações em cada fase e poderá encarar uma disputa com outros fãs do reality. Durante a exibição, aos domingos, haverá interatividade com os técnicos Carlinhos Brown, Cláudia Leitte, Daniel e Lulu Santos. A apresentadora Dani Suzuki terá um mapa de calor dos comentários nas redes sociais sobre o ‘The Voice Brasil’ e repercutirá com os participantes as principais impressões dos internautas.

O ‘The Voice Brasil’ tem direção de núcleo de J. B. de Oliveira, o Boninho, e direção geral de Carlos Magalhães. O programa será exibido aos domingos, logo após 'Temperatura Máxima'.


Legendas:

Foto 1 e 2 - Carlinhos Brown, Cláudia Leitte, Daniel e Lulu Santos. Crédito: Rede Globo/Alex Carvalho


  
Siga @rede_globo e curta www.facebook.com.br/redeglobo 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, sua opinião é importante para o blog.