Tapas & Beijos - Nova Série

  
Os relacionamentos de Sueli (Andrea Beltrão) e Fátima (Fernanda Torres) costuram a série ‘Tapas & Beijos’, que estreia em abril na nova grade de programação da Rede Globo. As melhores amigas trabalham na ‘Djalma Noivas’, loja especializada em casamentos, localizada em Copacabana, e têm que lidar todos os dias com mulheres que encontram o que elas tanto desejam: seus príncipes encantados. Com direção-geral de Mauricio Farias, a atração tem redação final de Cláudio Paiva.

Para escrever a série, Cláudio se inspirou no seu relacionamento com Maria Silvia Camargo. “Conheci minha esposa quando trabalhávamos no mesmo jornal e no ano passado fizemos vinte e cinco anos de casamento! Quantas pessoas fazem bodas de prata hoje em dia? Tinha que escrever sobre isso”, conta o autor.

O trabalho com o diretor Mauricio Farias é outro laço importante. “A parceria é maravilhosa. Nos encontramos em ‘A Grande Família’ e esse encontro gerou uma relação de troca e confiança fundamentais para o trabalho que fazemos”, revela Cláudio. O diretor também comemora: “Há alguns anos que Cláudio e eu queremos fazer um novo trabalho juntos. A ideia do projeto é dele. Estou feliz em reeditar a nossa parceria numa nova série de televisão”, fala Mauricio.
A trama começa com o retorno de Jurandir (Érico Brás), ex-marido de Sueli (Andrea Beltrão), que se separou dela há dois anos e nunca mais deu notícias. Para explicar o sumiço, ele confessa: foi preso por roubar de terceiros os itens de seu enxoval, ainda guardado por Sueli. E reaparece porque quer tudo de volta para se casar com outra. Sueli consulta Santo Antônio (Kiko Mascarenhas), que se personifica e a ajuda com conselhos um tanto dúbios, mas o novo casamento do malandro não dá certo e ele decide fazer o possível – e o impossível – para reconquistar sua ex-mulher. Porém, mesmo ainda gostando dele, a vendedora não cederá facilmente as suas pressões.

Já Fátima (Fernanda Torres) mantém um relacionamento com Armane (Vladmir Brichta), um homem sedutor, dono de uma importadora, casado com outra mulher. Os dois se encontram em horário comercial: pela manhã, Armane devota toda sua atenção para a vendedora, mas, durante as noites e fins de semana, vive para a esposa e os filhos. Para não perder o coração de Fátima, prometeu que sairá de casa assim que as crianças crescerem. Ela, que de boba não tem nada, sempre que pode, provoca ciúmes no moço e não aceita de forma alguma que ele tenha outro caso além dela.

Fátima e Sueli dividem um apartamento no Méier e fazem todo dia uma viagem para Copacabana. O bairro será um dos personagens da série. “A Copacabana de ‘Tapas & Beijos’ é aflita, agitada, caótica e rica em histórias”, detalha Cláudio Paiva. “Copacabana é um bairro encantador, com uma diversidade humana e cultural incrível. Um cenário excelente para uma loja de noivas. Sueli (Andrea Beltrão) e Fátima (Fernanda Torres) moram no Méier, mas trabalham lá. Elas passam grande parte do seu tempo no bairro. O restaurante árabe, a loja de eletrônicos, a lan house, a loja de sucos, o boteco da esquina, tudo isso faz parte desse cenário único que é Copacabana”, explica Mauricio Farias.

Para encontrá-las no horário de almoço, é só ir ao Rei do Beirute, restaurante de Chalita (Flavio Migliaccio). O viúvo libanês vive em busca de uma companhia e nutre uma paixão não correspondida por Sueli. Mas, se outro alguém aparecer, também não dispensa... O único casal estável é Djalma (Otavio Muller) e Flavinha (Fernanda de Freitas). Donos da ‘Djalma Noivas’, eles namoram desde a escola e passam todo o tempo entre brigas e beijos. Mais jovem do grupo, Flavinha é rígida com o comportamento das funcionárias e, principalmente, com a aproximação delas de seu marido.

Apesar das confusões e incertezas de seu futuro amoroso, um relacionamento é certo: o delas. “A amizade de Sueli e Fátima mostra como elas são mulheres capazes de amar”, resume Cláudio.

Figurino e Caracterização - Mulheres possíveis e desejáveis

“Fazer o cotidiano com glamour e beleza, porém de uma forma crível, para que as pessoas se reconheçam nas personagens”. Assim define Antônio Medeiros, supervisor de figurino de ‘Tapas & Beijos’, o desafio das equipes de caracterização e figurino da série.

Para as protagonistas Sueli (Andrea Beltrão) e Fátima (Fernanda Torres), Luciene de Moraes, supervisora de caracterização, e Antônio utilizaram como inspiração as divas dos anos 50 e 70, padrão de beleza em sua época, e mulheres contemporâneas consideradas belas. Sueli (Andrea Beltrão) é mais anos 70 e Fátima (Fernanda Torres), anos 50. Os cortes das décadas passaram por algumas mudanças para dar um ar contemporâneo ao clássico, com saias lápis, blusas com corte bateaux e mangas com leve franzido, calças jeans com cós mais alto e corte italiano e blusas ciganas.

Andrea Beltrão e Fernanda Torres mantiveram o cabelo curto, sem apliques. “Para a personagem da Fernanda Torres usei como referência Sophia Loren, Gina Lollobrigida, Penélope Cruz e Eva Mendes. Para a personagem da Andrea Beltrão, Andrew Harper, também um pouco de Sophia Loren, Emilinha Borba e Halle Berry. Enfim, misturei época com atual”, explica Luciene. Já Flavinha, interpretada por Fernanda de Freitas, é a mais moderna, com um ar juvenil, ousado e confiante.

A inspiração para Jurandir veio dos malandros e o figurino é trabalhado nas cores estonadas, sempre com uma sunga por baixo de qualquer roupa. Armane, o galanteador que se casou jovem e mantém romances fora do relacionamento, veste jeans justos e camiseta, sapatos de couro sem meias e camisas de manga longa.  Djalma, herdeiro da Djalma Noivas, jovem bem educado e bastante conservador, usa ternos claros e blazers com jeans. Já Chalita, um homem libanês simples, dono do restaurante Rei do Beirute, usa roupas típicas como o Masbaha, cordões com contas, um quipa, coletes com bordados e keffiya preto e branco, lenço típico do Líbano. A criação com mais detalhes foi a do Santo Antônio, personagem de Kiko Mascarenhas, que será um pouco careca e terá um figurino divertido. Afinal, ele não é um santo qualquer!  

Para o criar universo da Djalma Noivas, uniram-se a eles as equipes de cenografia e produção de arte. Nos primeiros capítulos, os vestidos da Djalma Noivas são de dois ateliês: Martu e Lethícia Noivas.

Cenografia e Produção de Arte

“Copacabana é um bairro que fala para todos e tem gente de todas as faixas etárias”, define Luciane Nicolino, supervisora de cenografia da série. Partindo desse conceito, a equipe, junto com Andrea Penafiel, supervisora de produção de arte, construiu uma cidade cenográfica que representa parte de Copacabana: dos áureos tempos de luxo ao desenvolvimento do mercado informal e das pequenas lojas, dos cada vez mais extintos ateliês de alta costura. A cidade cenográfica, com cerca de 1000 m², conta com esse ar misto do vintage e contemporâneo, mais próximo possível da realidade do bairro.
                                   
A cidade tem onze pontos de comércio, incluindo a Djalma Noivas, o Rei do Beirute e a importadora de Armane. O local foi inspirado no comércio das  ruas Hilário de Gouveia, Barata Ribeiro e Nossa Senhora de Copacabana. As equipes também fizeram uso de um backlot para conferir profundidade ao bairro. Para se aproximar mais do real, foram utilizados pisos, mármores, madeira e pedras portuguesas.

A Djalma Noivas tem uma arquitetura antiga, com a marca da década de seu auge, com tons pastéis de bege, salmão e madeira. Isso se mistura a elementos atuais que mostram essa evolução. “Descobrir esse universo das noivas, os detalhes de cabelos, os vestidos, foi incrível. E a cada programa teremos uma vitrine nova na loja”, explica Andrea Penafiel.

Já o Rei do Beirute é um restaurante, quase botequim, que mistura influências cariocas, libanesas e árabes. Reflete o homem de negócios que Chalita (Flavio Migliaccio) é e a herança e tradições de sua família. Na parede, uma paisagem do Líbano. Cores quentes e o verde marcam o local.  Detalhes como esculturas de camelos e lustres árabes também dão o tom do ambiente.

A Importadora de Armane (Vladimir Brichta) reúne de eletrônicos a perfumes, papelaria a itens de souvenir. O importante é vender. Foi inspirada nas lojas da Rua 25 de Março, em São Paulo, e na Saara, no centro do Rio de Janeiro, com muitas prateleiras e armários.

Quatro perguntas para o autor Cláudio Paiva

Cláudio Paiva retorna à telinha como autor de ‘Tapas & Beijos’. Em sua carreira, coleciona sucessos como ‘TV Pirata’ (1988), ‘Brasil Legal’ (1995), ‘Sai de Baixo’ (1996), ‘Pastores da Noite’ (2002), ‘Sexo Frágil’ (2003), ‘A Grande Família’ (2001 – 2006) e o especial de fim de ano ‘Programa Piloto’ (2009). No cinema, é autor de ‘A Grande Família – O Filme’ (2007) e ‘O Bem Amado’ (2010).

Como foi criar as personagens protagonistas, Sueli e Fátima?

Tenho duas filhas, duas empregadas, uma gata e uma labradora. Vivo cercado pelo sexo feminino. É um inferno, mas é maravilhoso! Djalma, o dono da loja, vai experimentar um pouco dessa sensação.

Como foi a escolha do elenco?

Tudo decidido junto com Maurício. Televisão é trabalho de grupo.  É maravilhoso trabalhar com esse elenco. Os personagens foram escritos para eles. A construção dos personagens é feita com o trabalho conjunto de texto, ator e diretor. O figurino e a cenografia são muito importantes também. O equilíbrio dessas influências é que definirá cada personagem.

Na busca por seu príncipe encantado, Fátima e Sueli também passam por muitos problemas com Jurandir e Armane, que fogem desse estereótipo. Como foi para você criar estas figuras masculinas? 

Sueli conheceu Jurandir numa quadra de escola de samba. Ela ficou apaixonada pela imagem daquele mestre-sala rodopiando no meio da multidão. Achou que ele era o príncipe que ela tanto procurava. A decepção veio rápido. Em dois meses estavam se separando. Fátima é mais pé no chão. Ela namora um homem casado. Sabe que Armane nunca deixará de ser sapo.
O Rei do Beirute, do libanês Chalita, também é um local central na história. Como surgiu a ideia desse personagem?

Gosto muito do horário de almoço na rotina do trabalho. É divertido sair com a equipe de redatores para almoçar. Fazemos isso sem pressa. O ‘Rei do Beirute’ é um oásis desses no meio do dia de trabalho. Chalita é um personagem importante, um viúvo que sente falta de companhia para aliviar um pouco seu dia a dia penoso à frente do restaurante. Com o Flávio fazendo Chalita, a ideia ficou perfeita!

Quatro perguntas para o diretor-geral Mauricio Farias
 
Mauricio Farias retoma a parceria com Claudio Paiva em ‘Tapas & Beijos’. Os dois trabalharam juntos nas primeiras temporadas de ‘A Grande Família’ (2001 - 2007), no filme da série (2007) e no especial de fim de ano ‘Programa Piloto’ (2009).

Entre as produções que Mauricio dirigiu na televisão estão as novelas ‘Quatro por Quatro’ (1994), ‘A Viagem’ (1994), ‘Cara e Coroa’ (1995), ‘Salsa e Merengue’ (1996), ‘O Amor está no Ar’ (1997), ‘Pecado Capital’ (1998) e ‘Esplendor’ (2000). Também levam sua assinatura as minisséries ‘A Máfia no Brasil’ (1984), ‘Tenda dos Milagres’ (1985), ‘As noivas de Copacabana’ (1992) e ‘Hilda Furacão’ (1998), além de programas como ‘Você Decide’ (1992), ‘Pastores da Noite’ (2002), ‘A Grande Família’ (2001 – 2010) e o especial e a série ‘Aline’ (2009 e 2011).

Como foi a escolha do elenco?

Andréa Beltrão e Fernanda Torres são duas atrizes excepcionais, parceiras minhas e do Claudio e já estavam escaladas antes mesmo de o programa ser escrito. Protagonizando junto com elas está um elenco sensacional: Vladimir Brichta, Érico Brás, Otávio Muller, Flavio Migliaccio, Fernanda de Freitas e Kiko Mascarenhas.

Como é a parceria com Claudio Paiva?

Claudio é um dos maiores autores da televisão brasileira e um autor de comédia extraordinário, meu amigo e parceiro há 11 anos. Temos uma grande sintonia, que surgiu imediatamente, assim que nos juntamos na Grande Família. Seus textos são sempre muito bons. Ele é perfeccionista e obcecado por fazer o melhor.  Trabalhar com Claudio é fácil.
Como a direção pretende retratar a inquietação do bairro de Copacabana para o público? 

Copacabana é um bairro que não para. E as personagens da série também não. A agitação de Copacabana estará no dia a dia dos episódios do seriado, na vida das personagens, moradores e trabalhadores do bairro. O texto, a direção e toda a produção mostram essa inquietação.

Como é a trilha sonora da série?

‘Tapas & Beijos’ terá música brasileira (Jorge Ben, Tim Maia, Latino, Calypso, Mutantes), disco e outros estilos populares.


Perfil dos personagens


SUELI (Andrea Beltrão) – Vendedora da Djalma Noivas, 40 anos de idade, estacionou sua vida amorosa após ser abandonada no altar por Jurandir (Érico Brás). Insegura e traumatizada, ela terá que lidar com a volta do ex-noivo. 


FÁTIMA (Fernanda Torres) – Vendedora da Djalma Noivas, 40 anos de idade, é impulsiva, esquentada e consumidora voraz, o que atrapalha o pagamento do aluguel do apartamento que ela divide com Sueli (Andrea Beltrão). Vive um caso com Armane (Vladimir Brichta), dono de uma importadora e casado.


ARMANE (Vladimir Brichta) – É dono de uma importadora em Copacabana. É casado, mas não consegue se desvencilhar de Fátima, com quem mantém um caso. Apesar de no horário comercial ficar com a amante, à noite e nos finais de semana é um marido dedicado e pai zeloso. 


JURANDIR (Érico Brás) - Entre o malandro e o mané. Esse é Jurandir. Ele foi preso, porque roubou de terceiros todos os itens do enxoval. Após dois anos, voltou para perturbar a ex-mulher e quer tudo de volta para se casar com outra. Sem muitas habilidades profissionais, ele fará o possível para se virar na vida.

CHALITA (Flavio Migliaccio) – É um libanês de meia idade, vive para trabalhar no Rei do Beirute. Ficou viúvo há poucos anos e quer encontrar alguém para lhe fazer companhia, de preferência Sueli (Andrea Beltrão). 


DJALMA (Otavio Muller) e FLAVINHA (Fernanda de Freitas) – São os donos da Djalma Noivas, loja de aluguel de vestidos de noiva. Nunca tiveram outros namorados, e vivem em meio a uma guerra conjugal. 



Legenda 1: Fernanda Torres e Wladimir Britcha - TV Globo / Marcio Nunes

Legenda 2: Flavio Migliaccio - TV Globo / Marcio Nunes




Mais novidades em www.redeglobo.com.br e @rede_globo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

O ARRÔTTO disse...

gostaria de saber o nome da musica do programa tapas & beijos que diz + ou - assim " tchê tchê tchê tchêrê;.....

JR disse...

Você pode verificar no site da redeglobo.com em na parte de trilha sonora.

abração

JR

Postar um comentário

Comente, sua opinião é importante para o blog.