Acampamento de Férias II – A Árvore da Vida


A conquista do equilíbrio do mundo através da árvore da vida é o ícone místico do ‘Acampamento de Férias II – A árvore da vida’, minissérie de cinco capítulos exibida de 24 a 28 de janeiro, protagonizada por Renato Aragão, com direção de núcleo de Jayme Monjardim, direção-geral de Marcus Figueiredo e direção de Paulo Aragão.

Com muita aventura, magia e emoção, elenco e equipe se empenharam para trazer para o público o cotidiano de um acampamento e um pouco da história do Brasil, investindo em gravações externas nas cidades de São Bento do Sapucaí e Ubatuba, ambas no estado de São Paulo. Tudo ligado à essência da série: as aventuras e emoções dos personagens. “É um presente de férias, que vai segurar a atenção de todo mundo, um programa para todas as idades”, conta Jayme Monjardim. Renato ressalta as inovações que o programa trará para a telinha. “Tivemos um trabalho duro, mas muito gratificante. Para termos cenários reais, gravamos em diversos locais, nos esforçamos muito”, revela o artista. "Quando desenvolvemos a minissérie optamos por ambientar a história em um local que remetesse aos acampamentos de férias americanos, ou seja, charmosos chalés de madeira em uma topografia de serra, cercados de belas montanhas e clima invernal”, complementa o diretor Marcus Figueiredo.

Com mais uma temporada de férias, Gustavo (Flavio Tolezani), dono do acampamento Paraíso, se prepara para receber um grupo de crianças animadas para curtir o recesso escolar. Didi (Renato Aragão), o “faz tudo” do local, junto com os monitores Leo (Rafael Almeida) e Nanda (Mia Rose), recepcionam os visitantes, entre os quais estão Lili (Livían Aragão), filha de Gustavo, Greg (Eike Duarte), Batata (Rafael Ritto), Pepê (Luan Assimos) e Patty (Luana Dandara). Logo na primeira atividade da turma, Lili e Didi encontram uma carta da época do Descobrimento do Brasil. Nela, descobrem que Didi Malasartes (Renato Aragão), um antepassado de Didi, chegou ao Brasil nas caravelas de Pedro Álvares Cabral, acompanhado de Raul Tenorius (Odilon Wagner). Os dois teriam vindo ao Brasil para cumprir a missão de encontrar a Árvore da Vida, para replantá-la e, assim, garantir a paz e a estabilidade do planeta.

Mas, como conta a lenda, Raul Tenorious tinha outros planos. Na verdade, ele queria encontrar a árvore e, com a ajuda dos ensinamentos de um livro escrito por um sábio monge da época, adquirir os poderes concedidos por ela. Didi Malasartes percebe as más intenções do falso companheiro e tenta impedir seu plano. Durante a briga, cada um fica com metade do livro e Didi recebe a parte que foi passada por gerações de sua família. Sabendo do risco que a população corre, as crianças fazem de tudo para encontrar a árvore. Mas não será uma tarefa fácil. Aos poucos, percebem que o vizinho do acampamento, Tenorius (Odilon Wagner), é descendente do tenebroso Raul Tenorius e pode representar uma grande ameaça. Outra que vai gerar suspeitas será Débora (Tânia Khalill), namorada de Gustavo. Uma mulher ambiciosa e misteriosa.

As aventuras das férias darão lugar também ao amor. Nanda (Mia Rose) é a estreante na equipe dos monitores do local. A morena portuguesa gera suspiros e conquista Leo (Rafael Almeida), que fica encantando com sua beleza e graciosidade e fará de tudo para conquistar o coração da moça. Mas este não é o único casal do acampamento, já que Lili também se interessa pelo jeito romântico e carinhoso de Pepê. E esse pode ser o início de uma bonita história de amor.


Cenografia, produção de arte, caracterização e figurino

 O foco das equipes de cenografia e produção de arte foi a construção desse universo imaginário. O cenógrafo João Filho conta que para o quarto da personagem Lili (Lívian Aragão), uma pré-adolescente romântica, utilizou tons suaves de rosas e off-whites nas paredes, além de grafismos típicos  das regiões serranas. Já para o vilão Tenório (Odilon Wagner), um personagem mais denso, arrogante e conservador, João criou uma casa com evidente influência do clima europeu, especialmente londrino, com peças clássicas na decoração. Como a base da história da minissérie é também uma disputa por territórios brasileiros, tons de terra integram os ambientes. “Isto nos permitiu harmonizar todos os cenários como pano de fundo, acentuando o clima serrano e aconchegante, e que está no inconsciente coletivo de todos”, revela.

Já o produtor de arte Marco Cortez se aprofundou nas referências de cenas sobre o Descobrimento do Brasil. O supervisor usou o clássico quadro que retrata o desembarque de Cabral, de Oscar Pereira da Silva, como inspiração para a reprodução dos barcos que traziam os tripulantes das caravelas até a areia e dos estandartes que acompanhavam as naus dos descobridores portugueses. Outra pesquisa iconográfica importante foi feita para a confecção do livro que revela o segredo da árvore da vida. “Nos inspiramos no século XIV, época em que os monges se dedicavam à cópia e redação de livros, que eram escritos à mão”, conclui.

As diferentes faixas etárias do elenco representaram um desafio para as supervisoras de figurino e caracterização, Maria Diaz e Juliana Mendes, respectivamente. Para distinguir o elenco jovem, Maria utilizou roupas com estampas e cores abertas. Já para o elenco adulto, optou por cores mais fechadas.  Fazendo o contraponto entre o bem e o mal, a figurinista usou looks mais elegantes para caracterizar o vilão Tenorious, seguindo estilo europeu. E, para Didi, escolheu roupas mais alegres, engraçadas, associadas a sua personalidade divertida e popular.

Para reforçar o conceito de realidade defendido por Renato Aragão e Jayme Monjardim, a caracterização explorou a naturalidade dos personagens, com maquiagens e composições leves. Já para a época de 1500, Juliana utilizou caracterizações bem específicas para os protagonistas. Para transformar Renato Aragão em Didi Malasartes, usou recursos que remetem à sujeira, pele queimada pelo sol, além de costeleta e peruca. Já para chegar até Raul Tenorious, Odilon Wagner enfrentou duas horas de maquiagem para completar a transformação, que ganhou ainda barba, bigode e peruca.


Efeitos Visuais e Especiais

Como se não bastassem cavernas, árvores, vilões e brincadeiras, a turma do Acampamento de Férias II – A Árvore da Vida também terá que lidar com “personagens” para lá de curiosos. Dinossauros irão invadir a telinha e atormentar a paz da moçada, Lili terá que ajudar Didi a escapar de uma Lula Gigante e uma linda sereia vai arrancar suspiros ao surgir no meio do mar. Animadas em 3D, estas figuras são os grandes destaques do trabalho da equipe de efeitos visuais e especiais nesta edição da minissérie. Utilizada com bastante frequência em todos os episódios, a computação gráfica 3D também deu vida a dublês virtuais de Didi e Lili que, segundo o produtor de efeitos gráficos e visuais, Rafael Ambrósio, foram desenvolvidos para ajudar nas gravações que exigiam mais dos atores. Mas os desafios não pararam por aí e, quando se trata de efeitos visuais e especiais, nem o céu tem limite. “O mais interessante nas gravações foi desenvolver as cenas em que a turma toda voa pelos céus e também a que Didi e Lili encolhem até ficarem com 10cm. Conseguimos visualizar o efeito durante os ensaios dos atores, possibilitando maior segurança e qualidade nas captações em chroma para elenco e direção”, revela.


Perfil dos Personagens

Didi (Renato Aragão) – Funcionário do acampamento. É divertido, engraçado e  super atrapalhado. É considerado um “cidadão-símbolo” por ser descendente direto do habitante mais antigo da região, Didi Malasartes.

Lili (Lívian Aragão) – Uma jovem doce, curiosa e carinhosa, filha de Gustavo e Giovana. Até hoje não se conforma com a separação de seus pais.

Giovana (Maria Fernanda Cândido) - Mãe de Lili e ex-esposa de Gustavo (Flavio Tolezani). É médica sem fronteiras.

Gustavo (Flavio Tolezani) – Dono do acampamento. Um homem carinhoso e cuidadoso. É pai de Lili.

Débora (Tânia Khallil) – Namorada de Gustavo. Mulher fútil e interesseira, totalmente o oposto da ex-mulher dele, mãe de Lili.

Leo (Rafael Almeida) – Monitor do acampamento. É um jovem romântico e aventureiro. Irá se apaixonar por Nanda.

Nanda (Mia Rose) - Nova monitora do acampamento. Uma jovem portuguesa, linda e muito misteriosa. Não confia nas pessoas facilmente.

Túlio (Gil Coelho) – Monitor do acampamento. Competitivo e autoconfiante em excesso.

Tenorious (Odilon Wagner) - Vizinho do acampamento, homem arrogante, ambicioso e extremamente individualista.

Estevão (Douglas Silva) – Puxa-saco nato. É a sombra de seu patrão, Tenorious, mas ao mesmo tempo tem um jeito cômico.

Greg (Eike Duarte) – Um menino corajoso, arrojado, radical, amigo e  muito aventureiro.

Pepê (Luan Assimos) – Romântico e, ao mesmo tempo, extremamente tímido. Super ligado à natureza.

Patty (Luana Dandara) – Sobrinha da futura madrasta de Lili, uma patricinha convicta.

Batata (Rafael Ritto) – Comilão nato e um menino muito calmo e tranquilo.
 
 

Legenda: Elenco de Acampamento de Férias II (Foto: Divulgação TV Globo).
 



Mais novidades em www.redeglobo.com.br e @rede_globo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

Anônimo disse...

ja nao bastava o didi sem graça agora a filha dele sem talento!
a globo gosta de puxar saco de filho de famoso!

Postar um comentário

Comente, sua opinião é importante para o blog.